COLABORACÃO

Podcast - Colaboraçãocom Mônica
00:00 / 01:58

Os desafios da área de administração pública e de empresas, ciências contábeis e turismo envolvem ampliar os avanços conquistados e, ao mesmo tempo, equilibrar as disparidades existentes entre os programas de pós-graduação. Estamos diante de uma evolução nos padrões de qualidade da produção científica e tecnológica, a qual poderá resultar em uma concentração de recursos orçamentários para alguns cursos em detrimento da grande maioria dos PPGs, que se encontram em processo de consolidação. A ANPAD pode contribuir para esse objetivo através do apoio à criação de redes de pesquisa, envolvendo pesquisadores provenientes de cursos consolidados com pesquisadores advindos de cursos emergentes e/ou em consolidação, além de outras ações.

4. 1 Ampliar a colaboração nacional entre os Programas de Pós-Graduação 

a) Melhoria dos canais de comunicação entre os membros da ANPAD: Consideramos a necessidade de ampliar os canais de comunicação com os membros e as instituições associadas, e criaremos um ambiente mais dinâmico de integração e trocas de conhecimento. Pretendemos criar uma “Anpad Lista”, similar ao AoM Lists de e-mail para divulgar nossas ações e abrir um espaço para ações colaborativas.

 

b) Criação da “Comissão de Integração e colaboração” entre os PPGs: acreditamos que o desenvolvimento de trabalhos conjuntos entre os PPGs possibilita a melhoria da qualidade e reduz custo de nossas pesquisas. Por meio de uma comissão vamos trabalhar para aumentar periodicidade de encontros com os PPGs, fomentar a realização de eventos temáticos com a participação de toda comunidade acadêmica, e realizar eventos online de apresentação de projetos de pesquisa, por divisão temática.

 

c) Apoio à criação de redes de pesquisa: acreditamos que as redes de pesquisa, envolvendo pesquisadores provenientes de cursos consolidados com pesquisadores advindos de cursos emergentes e/ou em consolidação, é um mecanismo eficiente para a colaboração entre pesquisadores de diferentes regiões brasileiras.

 

d) Aquisição de Base de Dados para a Pesquisa: entendemos a necessidade de contratar pelo menos duas bases de dados para amplo uso entre seus associados, e trabalhar em sistema de consórcio entre as IES associadas para aquisição de bases de dados internacionais. Temos também o compromisso de discutir a criação de um repositório de pesquisas e um banco de estudo de casos nacionais e internacionais para acesso dos associados.

4.2  Ampliar a colaboração internacional entre as Instituições de Ensino Superior e os Grupos de Pesquisa 

a) Valorização de iniciativas interinstitucionais de colaboração: Nosso propósito consiste em criar rede de colaboração internacional com as principais associações americanas, europeias e da América Latina. É fundamental ampliar a comunicação na língua inglesa, a começar pelo website e mídias sociais.

 

b) Apoiar o intercâmbio internacional de professores e alunos: Em conjunto com as agências de fomento, pretendemos ampliar o apoio financeiro para a realização de doutorados sanduíche, pós-doutorado no exterior, atração de professores visitantes e visitas técnicas e seminários de curta duração em Universidade Internacionais que contribuam para a geração de conhecimento e formação de recursos humanos qualificados.

© 2020 por Fabricio Stocker.